Busca

Estrutura Organizacional

Orgãos Deliberativos e Executivos da ABRASCA

Acompanhamento e análise do dia-a-dia da economia para apoiar a tomada de decisões

O órgão máximo da Associação Brasileira das Companhias Abertas é a Assembléia Geral, que se reúne ordinariamente uma vez por ano. A ela cabe eleger, a cada dois anos, um Conselho Diretor formado por até 70 representantes das companhias associadas.

O Conselho Diretor, com aprovação da Assembléia Geral, pode contar ainda com a colaboração de pessoas de notório saber e de contribuições expressivas ao mercado de valores mobiliários, em número máximo de oito Conselheiros Honorários.

O Conselho Diretor, como responsável pelas diretrizes básicas dos planos de trabalho, supervisiona e orienta as atividades da ABRASCA. É de sua competência eleger a Diretoria, constituída pelo Presidente, pelo 1º Vice-Presidente, por dois a cinco Vice-Presidentes e por seis a doze Diretores sem designação especial.

Na fiel execução das diretrizes básicas estabelecidas pelo Conselho Diretor, ao qual submete relatórios e prestações de contas, a Diretoria coordena o trabalho das seis Comissões Técnicas da ABRASCA:

As Comissões acompanham de perto o que se passa em seus universos de atuação e estão preparadas para analisar, no primeiro instante, e sugerir diretrizes, na fase seguinte, sobre questões e processos relevantes à companhia aberta.

A estrutura profissional da ABRASCA é comandada pelo Superintendente Geral, responsável pelo apoio ao trabalho dos órgãos deliberativos, notadamente a secretaria do Conselho Diretor e das Comissões Técnicas, bem como pelo estabelecimento e manutenção dos canais de comunicação com associadas e com os demais segmentos do mercado.